SHARINGAN

  Sharingan é um dos 4 mais poderosos doujutsus. Aqui veremos as formas que ele possui ;

  • Sharingan level 1: Esse Sharingan só possui uma vírgula e da ao usuário a agilidade visual, não é grande coisa que esse Sharingan faz, mas já ajuda numa batalha.
  • Sharingan level 2: Esse Sharingan possui duas vírgulas e da ao usuário mais agilidade visual e a habilidade de visualisar o chakra do oponente, coisa que já é uma grande vantagem numa batalha.
  • Sharingan level 3: Esse sharingan possui três vírgulas, ele é o mais visto pelos fâs do anime/manga pois ele é o mais usado pelo shinobis Uchihas. Ele dá ao usuário uma grande agilidade visual e de análise assim o usuário pode analisar o golpe  e desviar do seu local de acerto e desviar do golpe, e também já pode copiar jutsus com facilidade. Esse Sharingan se for bem treinado pode usar genjutsus poderoso  e treinado ao extremo ele já pode vencer genjutsus de Sharingans superiores.
  • Mangekyou Sharingan: Esse Sharingan é um dos Sharingans mais temidos, pois os usuários do sharingan precisa matar seu melhor amigo para adquirir o Mangekyou Sharinagn. Esse Sharingan é extremamente poderoso e da ao usuário o máximo de reflexo e análise de batalha, e sua capacidade de aplicar genjutsus é extremamente alta(tsukoyomi),e pode aumentar o chakra do usuário para aplicar jutsus poderosíssimos (Amaterasu, que é a evolução de um Katon / E a técnica de Kakashi de abrir dimensões, que é a evolução da capacidade de Kuchiyose.). Mais esse Sharingan possui um ponto fraco, a medida  em que é utilizado, ele vai perdendo a visão e é inevitável perder a visão por completo.
  • Mangekyou Sharingan Eterno: Esse Sharingan é extremamente proibido, e se o Mangekyou Sharinagn tinha que matar o amigo para conseguido, esse o Uchiha precisa arrancar o Sharingan de um ente sanguíneo( irmão, pai, mãe), para impedir a perda de visão do Magekyou Sharingan. Ainda não se sabe como que o Uchiha faz, se ele recoloca o Sharingan ou o absorve ou se o substitui. Não se sabe quase nada sobre esse Sharingan, só se sabe qUE ele não lhe deixa cego, e pode passar a usar o Mangenkyou Sharingan quando quiser, e os genjutsus usados por ele é suficiente para dominar a própria Kyuubi.

                                                                              

POSTADO POR NICOLAS

informações retiradas do blog narutokonoha.wordpress.com

 

Gatos na guerra!

 

Guerras, um lugar de extrema violência, com homens fortes  e  abatidos, quem diria que encontraremos criaturas fofas e meigas entre eles, os tão queridos felinos.

Conta a história que eles eram sagrados no Egito, passível de pena de morte caso matasse um gato. Tem inclusive uma lenda dos Persas tentando invadir o Egito onde cada soldado persa carregava um gato. Ou seja, nenhum soldado egípcio conseguiu atacar o inimigo que avançava em campo de batalha.

Na guerra os gatos eram usados como instrumento fofo, evidentemente, mas também para avisar sobre ataques com gás, inclusive com submarinos levando gatos para que eles pudessem ajudar a manter uma boa qualidade do ar.

Veja as imagens assegui de uma guerra Francesa:

Este slideshow necessita de JavaScript.

imagens retiradas do site http://www.chongas.com.br/.

Postado por: Gabriela da Rosa

 

A Moda dos Memes

Você sabe o que é um “meme” ? Com certeza você já se deparou com algun nas redes sociais…

Meme é qualquer coisa que pode se tornar uma piada na rede: citações, desenhos, fotos ou vídeos. Claro, desde que se torne um viral e se espalhe pela Internet.

Segundo a Wikipédia, este termo é sinônimo de “fenômeno da Internet”, ou seja, é tudo o que faz sucesso e se propaga rapidamente na rede. Exemplo recente disso é o garoto Jefferson, que soltou a voz ao cantar “Para a nossa alegria” e teve mais de 8 milhões de views.

Dos que fizeram sucesso até hoje, pode-se entender que o termo tem a ver com brincadeiras e piadas em citações, desenhos, fotos ou vídeos que se propagam com uma grande velocidade na rede e ganham o gosto popular.

É provável que o primeiro meme tenha sido criado, em 1998, por Joshua Schachter, de 24 anos, no serviço Memepool. Nele, os usuários postavam na Internet links interessantes.

No evento Contagious Media, em 2000, a palavra meme foi utilizada pela primeira vez. O objetivo foi traduzir em uma expressão uma mensagem que rapidamente é difundida e ganha novas versões de acordo com o contexto. Depois disso, a palavra meme caiu no gosto das pessoas.

Outra explicação possível, destacada pelo escritor Richard Dawkins no livro “O Gene Egoísta”, de 1976, se refere a “uma unidade de evolução cultural”, que espalha a mensagem de uma pessoa para outra. A partir disso, podemos interpretar que toda a informação com aspecto cultural propagado entre indivíduos é considerado um meme.

Trollface

Quem nunca viu ou compartilhou os memes Forever Alone, Troll Face e Me Gusta nas redes sociais? Eles contam histórias que lembram muitas situações cotidianas.

Algumas dessas informações foram retiradas de: http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2012/04/o-que-e-meme.html

Postado por: Gabriela da Rosa

Personagens marcantes e seus criadores

 Há personagens que marcam nossa vida desde a infancia. Muitas fascinam o público por terem super poderes, outros por serem divertidos, e há ainda aqueles que são verdadeiros ídolos. Os personagens a seguir são admirados não só pelas crianças, mas pelo público jovem e, por incrível que pareça, pelos adultos.

Veja alguns dos grandes gênios ao lado de suas criações da ficção:

#1. Jim Davis criador do Garfield

 

 

 

 

 

 

 

#2. Elzie Crisler Segar criador do Popeye

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

#3. William Hanna e Joseph Barbera criadores do Tom & Jerry

 

 

 

 

 

 

 

 

 

#4. Seth MacFarlane criador do Family Guy

 

 

 

 

 

 

 

#5. Stan Lee criador do  Homem-Aranha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

#6. Peyo criador dos Os Smurfs

 

 

 

 

 

#7. George Lucas criador do Star Wars

 

 

 

 

 

 

 

 

 

#8. Bob Kane criador do Batman

 

 

 

 

 

 

 

#9. Jim Henson  criador dos Os Muppets

 

 

 

 

 

 

 

 

 

#10. Matt Groening criador dos Os Simpsons

#Postado Por:  Gabriela da Rosa

Espinhas: o monstro da adolescência

 As espinhas são um grande problema na adolescência. Elas causam muitas vezes vergonha e desconforto. O único consolo é que sempre vai ter um amigo seu que também irá sofrer disso.
Mas você já se perguntou por que se tem espinhas e como se cura? Esse texto o irá ajudar a descobrir.

   As espinhas aparecem em nossa puberdade quando os hormônios sofrem um aumento significativo. O hormônio masculino testosterona e o feminino estrógeno nesta época vão exercer um efeito inflamatório sobre as glândulas sebáceas. Não se sabe o porquê existe esse e efeito, assim causando as chatas espinhas, que nada mais são que glândulas sebáceas inflamadas.
Com o decorrer do tempo e o aumento da idade, essas glândulas sofrem um dessensibilização, ou seja, o hormônio não mais exerce os efeitos inflamatórios com a mesma intensidade sobre os seus receptores nas glândulas.
Assim elas desaparecem naturalmente, decorrente da dessensibilização.
Haja paciência..Parece que não acaba nunca…..

 1: Como cuidar

   Todo mundo pode cuidar da limpeza do rosto de maneira simples e que ajuda muito. Mesmo quem tem o rosto lisinho pode aderir a esses cuidados para prevenir. Use um sabonete neutro três vezes ao dia (manhã, tarde e noite). Se você tiver uma pele muito oleosa, lave o rosto com sabonetes à base de enxofre (encontrado em qualquer supermercado).

   “Uma vez por semana, use um sabonete cremoso com sílica ou polietileno. É a famosa esfoliação. Se você já tem acne, use mais de uma vez por semana”, completa o dermatologista Valcinir Bedin. Segundo ele, a loção de limpeza ou loção tônica é uma maneira mais tecnológica de fazer uma limpeza profunda.

   Os dermatologistas classificam a acne em quatro graus:
Grau 1: pele oleosa com cravinhos;
Grau 2: pele com cravos e espinhas;
Grau 3: pele com cravos, espinhas, nódulos e cistos;
Grau4: pele com cravos, espinhas, nódulos, cistos e cicatrizes.

   Os graus 3 e 4 necessitam acompanhamento médico e geralmente são indicados medicamentos via oral. O mais conhecido, que é a base de isotretinoína, é muito forte e é preciso fazer vários exames antes de ser prescrito.

 2: Dica:

  Quando a acne estiver muito “irritada”, prepare um chá de camomila (sem açúcar) e faça uma compressa. “A camomila funciona como calmante”, afirma Bedin. Cuidado com os medicamentos que são cáusticos. Como o próprio nome já diz, eles são feitos à base de soda cáustica e ressecam demais a pele.

3: O que não fazer

a. Não cutuque, não coce e não esprema. Você pode ficar com marcas e cicatrizes;

b. Não aplique substâncias estranhas (pasta de dente, pó de café). Pode até piorar a situação. Imagina se acontece uma reação alérgica?

c. Não usar medicamentos prescritos por algum amigo. O médico indicou para o amigo e não para você;

d. Não faça máscaras domésticas. “Banana batida com aveia ou abacate com não sei o que  é para comer!”, afirma o dermatologista Valcinir Bedin;

e. Evite o sol. É uma faca de dois gumes. Logo no começo, dá a impressão que melhora a pele e seca as espinhas. Depois, o sol estimula as glândulas sebáceas;

f. Não lave a pele em excesso. Não use bucha, escova. Você vai estimular ainda mais a produção de sebo;

g. Evite cremes gordurosos, pois aumentam a oleosidade da pele, contribuindo para piorar o quadro. Dê preferência a cremes em forma de gel.

  Espero que você tire suas dúvidas e espero que as dicas sejam de proveito.

  Fontes:www.bhservico.com.br/espinhasecravos.htm e lauragamesteens.blogspot.com/2010/03/por-que-temos-espinhas.html

Por: Eduardo Blumberg
Turma:712

Raças de Gatos

Existem atualmente mais de 200 raças de gatos, distintas entre si pelo tamanho, tipo, cor de pelagem, temperamento, entre outras características.

Veja um pouco mais sobre algumas dessas raças:

Abissínio:

Os gatos abissínios possuem origem indiana. Caracterizam-se pelo comportamento retraído e discreto, com miados baixos. O corpo é esguio e musculoso, o que lhes confere agilidade. Com isso, tornam-se felinos ativos, que precisam de muita atividade física. Costumam interagir com outros gatos, mesmo que pertençam a raças diferentes.

Cornish Rex:

O Cornish Rex é um gato de pelo curto e ligeiramente cacheado, originário da Inglaterra. Possui um aspecto rústico e é considerado um excelente animal de estimação, uma vez que convive muito bem com os humanos, mesmo no caso da presença constante de estranhos. É um animal de fácil tratamento, não exigindo cuidados muito complexos.

LaPern:

O gato LaPerm foi registrado em 1982, nos Estados Unidos. Trata-se de um felino de pelagem longa e cacheada, com espirais lembrando um saca-rolhas. Apresenta comportamento bastante interativo. É um gato muito procurado por pessoas que gostam de animais que se adaptem aos costumes do lar. Sua personalidade marcante faz com que o LaPerm desenvolva uma forte ligação afetiva com os donos e esteja sempre pronto para brincadeiras, até mesmo com estranhos.Pode pesar até 20 kg.

Gato Siamês:

Acredita-se que a origem exata da raça seja o Sudoeste Asiático, mais especificamente o Sião (atual Tailândia), onde eram tidos como o gato de realeza e mantidos em templos sagrados. São conhecidos naquele país, onde são uma de várias raças nativas, como Wichien-Maat ou Maas ( “Diamante-Lua”). De lá foram levados para a Inglaterra, em 1884, de onde se espalharam para outras partes do mundo.

Por: Gabriela da Rosa

Gatos: A Origem

O gato, também conhecido como gato caseiro, gato urbano ou gato doméstico, é um animal da família dos felídeos, muito popular como animal de estimação. Ocupando o topo da cadeia alimentar, é um predador natural de diversos animais, como roedores, pássaros, lagartixas e alguns insetos.

A primeira associação com os humanos e tem notícia ocorreu há cerca de 9.500 anos, mas a domesticação dessa espécie oriunda do continente africano é muito mais antiga. Seu mais primitivo ancestral conhecido é o Miaces, mamífero que viveu há cerca de 40 milhões de anos, no final do período Paleoceano, e que possuía o hábito de caminhar sobre os galhos das árvores. A evolução do gato deu origem ao Dinictis, espécie que já apresentava a maior parte das características presentes nos felinos atuais. A sub-família Felinae, que agrupa os gatos domésticos, surgiu há cerca de 12 milhões de anos, expandindo-se a partir da África subsaariana até alcançar as terras do atual Egito.

Existem cerca de 250 raças de gato doméstico, cujo peso variável classifica a espécie como animal doméstico de pequeno a médio porte. Assim como cães com estas dimensões, vive entre quinze e vinte anos. De personalidade independente, tornou-se um animal de companhia em diversos lares ao redor do mundo, para pessoas dos mais variados estilos de vida.

Por: Gabriela da Rosa

Saiba mais sobre os autores que estarão na Feira do Livro

Como todos os anos, teremos a Feira do Livro, que já está na 19° edição. Vão estar presentes:

Ilan Brenman: Nascido em Israel, ele veio para São Paulo com 18 anos e descobriu que tinha talento para entreter crianças sem precisar vestir fantasias nem fazer caras e bocas. Atualmente, com 37 anos, Brenman se transformou em um bem-sucedido contador de histórias. Doutor em educação pela USP, escreveu trinta livros. O mais conhecido é “Até as Princesas Soltam Pum”. 

Fabrício Carpi Nejar: Mais conhecido como Carpinejar, poeta e jornalista, mestre em Literatura Brasileira pela UFRGS. Nasceu em Caxias do Sul (RS) em 23 de outubro de 1972. Já recebeu vários prêmios literários.

Max Haetinger: O professor Max atua desde o final dos anos 80 na modelagem, criação e desenvolvimento de sistemas de aprendizagem, ensino e capacitação. Sua trajetória começa com os materiais de educação por TV (telemática), passando pelas apostilas, vídeos, sistemas de livros didáticos, CD-ROMs educativos, softwares, ambientes de ensino virtuais e aprendizagem por multimeios. Estas metodologias foram usadas tanto em educação corporativa quanto em escolas. Ele trabalha desde 1984, ministrando cursos e palestras sobre temas ligados às áreas da Educação, Tecnologia, Motivação, Empreendedorismo, Mídias e novas tecnologias.

Lúcia  Fidalgo: além de  escritora, é contadora de histórias, bibliotecária, mestre em educação pela Universidade Federal Fluminense, já foi pesquisadora do ALEPH-UFF, e é professora. Nasceu no Rio de Janeiro em 1965.


Jairo BrumGomes: tem 47 anos e é natural de São Luiz Gonzaga. Casado com Elizabete, tem uma filha: Fernanda. O poeta como é conhecido na Cidade das Rosas já lançou cinco livros e têm mais de 50 composições gravadas por músicos gaúchos. Ele também foi patrono da Feira do Livro na edição de 2004. “Para mim é uma honra. Agradeço a todos e em especial aos meus amigos e colegas da prefeitura”, disse Gomes, dedicando a homenagem aos pais, já falecidos.

Por: Franciele

De onde surgiu o personagem shrek?

Shrek, um dos filmes mais populares de 2001, ganhou o oscar de melhor filme de animação, em uma categoria lançada em 2001. O personagem principal “Shrek” foi isnpirado em Maurice Tillet, que era um grande poeta e ator.

Veja  mais sobre essa curiosidade da história de Shrek a seguir:

Shrek foi inspirado em Maurice Tillet, nasceu na França em 1903. Ele era um homem muito inteligente, que falava 14 idiomas, além de ser um exímio poeta e ator. Quando chegou à juventude, Maurice começou a desenvolver uma doença rara, chamada acromegalia. Esta doença causa um crescimento exacerbado e incontrolável de partes do corpo. Em pouco tempo, todo o seu corpo se desfigurou de uma maneira muito peculiar.

Na verdade, esta “transformação” afetou profundamente os aspectos psicológicos da personalidade de Tillet, que sofreu os horrores de começar a se transformar de uma maneira grotesca, apesar de por dentro continuar sendo um gentleman super inteligente. Sua forma gerava tanto preconceito que Tillet começou a ser expulso dos lugares que frequentava e onde antes era bem recebido. Não podendo lutar contra a doença, Maurice começou a adaptar-se a ela, adquirindo um rol de comportamentos mais adequados a sua grotesca aparência.

Tillet tirou proveito de seu trabalho pregresso como ator. Ele emigrou para os EUA e tornou-se um profissional da Luta livre onde adotou o nome (e comportamento teatral) do “Assutador ogre do ringue”, cuja persona (chamada “o anjo francês do ringue”) adquiriu fama imediata com as platéias.

No ano de 1954, Tillet morreu do coração, aos 51 anos. Um de seus poucos amigos, Bobby Managain, um antigo campeão da luta livre, estava no leito de morte com seu amigo no dia em que ele se foi. Antes que Tillet morresse, Bobby pediu a Tillet se poderia fazer um lifecast ( uma máscara mortuária, uma prática comum até o século XIX e que com o tempo saiu de moda, mantendo-se hoje apenas no campo dos efeitos especiais), Tillet concordou e assim, quando ele morreu, Bobby fez três cópias da cabeça de Tillet em gesso. Uma delas acabou indo parar no Museu Barbell de York.

Uma das máscaras restantes ficou no escritório de Patrick Kelly(seu amigo) e a última foi doada por ele para o Museu Internacional da Luta Livre, em Iowa. Posteriormente, uma das máscaras foi duplicada e foi parar no Museu Internacional da ciência cirúrgica em Chicago. Uma outra réplica da máscara mortuária de Maurice Tillet foi parar no Hall of Fame do York Barbell Building. A réplica de Tillet serviu para mostrar os primórdios das formas da luta livre moderna e do alterofilismo. Foi esta réplica que serviu de modelo para a construção de Shrek. O corpo de Shrek, bem como sua cabeça, foram criados tomando como referência as formas de Tillet.

Por: Gabriela da Rosa